Eu sou nova demais para deixar o amor partir meu coração

11:56




Eu lembro como se fosse hoje a primeira vez que eu te vi e tudo que eu pensei antes naqueles segundos em que você caminhava na minha direção. Nunca achei que minha história de amor aconteceria tão rápido, sempre achei que eu fosse me divertir ao máximo e aos 30 anos iria encontrar alguém da mesma idade para dividir a vida, mas você chegou 13 anos mais cedo. E eu me lembro do seu sorriso, aquele que você deu ao me ver, ainda de longe, lembro de tudo o que eu senti naqueles poucos segundos que você se aproximava.
Os primeiros encontros não foram românticos, nem aquilo que eu esperava para um amor, eu queria coisa de filme, novela mexicana, mas foi tudo tão diferente e tão nosso! Eu achei que seriamos só mais um caso, um lance de final de semana, mas as semanas foram passando e você foi ficando. Você foi paciente, me esperou, me mostrou uma nova forma de ver o mundo e quando menos esperamos a gente já estava grudado um com o outro, não tinha como voltar atrás.
O pedido de namoro foi longe de ser perfeito, nunca teve rosas, mas a gente se conhecia tão bem, a gente se encaixava tão bem... Me pergunto o que teria sido da minha vida se você não aparecesse, quantas coisas continuariam as mesmas? Será que eu atingiria meus objetivos? Minha vida se resume em antes e depois de você. Mas também não é para menos, eu mudei muito, eu me tornei o que eu queria ser, por nós dois.
O pedido para ir morar com você não foi pensando, nem planejado, foi rápido e inconsequente, mas eu juro que não me arrependo de ter aceito. Eu descobri tanta coisa compartilhando as coisas com você, compartilhando a casa, a rotina, as tarefas. Eu achei que eramos indestrutíveis, que nada nunca ia nos abalar, a gente nunca nem tinha discutido.
Lembro de fazer maratona de filmes, de conhecer novas músicas e odiar certas bandas. Lembro de como as coisas pareciam perfeitas mas aconteceu que o stress do dia a dia chegou para nós. Ele sempre chega e eu não estava preparada.
No meio de tantas contas, tantas responsabilidades a gente foi se perdendo, nossas conversas deixaram de ser sobre o mundo e começaram a ser sobre o trabalho, as finanças, os problemas do dia a dia e do que faremos para que o futuro seja bom. A gente se perdeu no meio de tanta responsabilidade, a gente se perdeu na rotina e hoje não sabemos mais quem somos e de repente eu parei de pesquisar "como surpreender o namorado" e passei a pesquisar "como sair da rotina no relacionamento". E o que eu julgava impossível aconteceu, nós esfriamos. Não somos mais a mesma coisa e eu estou perdida.
Eu sou nova demais para saber o que fazer, quando penso em desistir eu lembro do seu sorriso, do pedido de namoro, das nossas palhaçadas, das nossas noites e quando eu penso em continuar eu só consigo ver os problemas surgindo na nossa frente como se fossem chuva, eu acho que vou me afogar. Eu sou nova demais para lidar com problema de gente grande, eu sempre disse isso, mas acho que agora não tem como voltar atrás. Eu sou nova demais para deixar o amor partir meu coração. Então por favor, não deixe que isso aconteça, dessa vez eu preciso que você seja forte, por nós.
Texto autoral. Só será permitida reprodução do post desde que parcial e com o link deste post.
Me acompanhe nas redes sociais:
Twitter Facebook Instagram We heart It | Youtube

Posts relacionados

4 comentários

  1. Nossa Carol, não tenho nem palavras pra descrever o quanto gostei desse texto. Sério, fiquei com vontade de guardar ele dentro de um potinho pra nunca mais esquecer. É tão ruim quando o estresse do dia a dia começa a afetar tudo ao nosso redor, né? Principalmente quando eles começam a atingir nossos relacionamentos. Mas temos que fazer o possível para conseguir equilibrar as coisas e não nos afogar nos problemas do dia a dia.
    Mais uma vez, adorei o texto :)
    Beijos

    Me Cativastes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que gostou do texto, ele na verdade é um grande desabafo... Infelizmente a rotina é inevitável, mas como você falou, temos que trabalhar muito para que a rotina não tome conta dos nossos relacionamentos... <3

      Excluir
  2. Oi Carol!
    Eu acompanho o blog e o teu insta, então meio que sei um pouquinho da tua vida e entendi o texto. Achei linda a maneira que procurou se expressar, através da música Estranged do Guns. É a minha banda preferida! Mas eu evito super escutar essa música porque me deixa bem mal.
    Eu não tenho experiência nenhuma sobre morar com outra pessoa, mas eu vou te falar o que alguém já deve ter te dito: é normal. Faz parte do processo de amadurecimento de um relacionamento.
    Sabe o que acontece? É que isso normalmente não é o que é mostrado nos filmes de romance. Pelo menos não nos nossos filmes de romance. Nos filmes que a gente cria e idealiza na nossa cabeça. É sempre aquela coisa fofa dos dois cozinhando, um sujando a cara do outro, aquela briguinha fofa de quem vai lavar a louça, os dois jogando video-game juntos, assistindo tv. É sempre isso. E quando na verdade é difícil, porque você está sujeita a não apenas dividir a sua vida com outra pessoa (que é meio o que acontece quando embarcamos em um relacionamento), mas também o teu espaço, as tuas manias, as tuas preferências. É tudo muito novo e realmente, desgasta um pouco. Não significa que é o fim do mundo. Não significa que o teu relacionamento acabou. Ao meu ver significa que nos relacionamentos a gente está sempre passando por provas e essa é mais uma delas. Talvez a primeira, mas não a última. Se vocês superarem isso juntos, vai vir outras coisas, mas tu vai saber que vale muito a pena. Principalmente se você gostar e amar mesmo ele.
    Não é atoa que muita gente prefere viver a vida a só. Muito complicado essa história de amor.
    A única coisa que eu posso te falar (visando a experiência de algumas amigas) é que se tu ama mesmo ele, não desista. Não desista. Respira fundo, dorme que o amanhã pode ser uma continuação de hoje, mas pode ser diferente. Converse. Essa é a oportunidade que você vai ter de ver quem ele realmente é, quem você realmente é, como vocês são. E no fim tudo vira experiência. Se não der certo? Toca para frente! Vida continua. Vai ser diferente (por mais que pareça a mesma história, só que com pessoas diferentes). O que não vale também é se prender para sempre em algo que não te faça feliz. Mas tente bastante! E tente até que você encontre um motivo para não tentar. Deve ser difícil, mas é o melhor a ser feito sempre.
    Outro dia eu li no face "Para amar uma pessoa, você precisa aprender a amar a rotina também". Pode ser uma verdade. Tenta descobrir por aí o que fazer e por favor, não deixa de fazer outro texto continuando essa história.
    Ficou meio longo <3.
    Beijas,
    Mundo perdido da Carol
    Ajude a responder a Pesquisa de Público
    Fan Page
    Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, me emocionei com seu comentário <3
      Minha linda, é realmente muito difícil a rotina do dia a dia, mas como você falou, os relacionamentos reais não são como nos filmes de romance, a gente cresce e precisa lidar com os obstáculos da vida e do dia a dia. Eu acredito fielmente que o namoro é um ensaio para o casamento e que a gente tem que tentar ao máximo concertar o que está ruim ao invés de descartar e é isso que eu estou buscando fazer. Estou tentando resgatar todas as boas lembranças e seguir em frente, pq eu sei que em qualquer relacionamento haverá desavenças e eu preciso aprender com elas.

      Fico muito feliz com seu comentário, de verdade. Me deu até uma força a mais para continuar tentando <3 E pode deixar, haverão outros textos sim! Um super beijo

      Excluir

Os comentários são moderados para que eu possa responder a todos, lembrando que:
- Só comente se você ler o post, não saia comentando algo baseado pelo titulo/fotos do post.
- Você pode deixar o link do seu blog logo após o comentário que eu vou adorar conhece-lo!
- Spam não é bem vindo, seu comentário não será aprovado e não entrarei no seu blog.

Obrigado pela visita e volte sempre!

Subscribe