5 palavras para abolir do seu vocabulário

by - abril 23, 2019

LIBERTE-SE DENISENHANDO
(Fonte: Denisenhando)

Existem coisas que estão introduzidas no nosso dia a dia por puro costume e muitas vezes nós nem paramos para pensar em quão prejudicial e preconceituoso são nossas atitudes e palavras. Ainda bem que hoje temos a internet e pessoas maravilhosas que compartilham seu conhecimento conosco e estão dispostas a lutar contra esses preconceitos estruturais. Depois de muito conversar e ler a respeito eu trouxe um compilado de 5 palavras para você abolir do seu vocabulário devido sua origem racista e preconceituosa.

Inveja branca

Vamos começar com uma expressão muito utilizada por nós. A inveja branca remete a uma "inveja boa", uma inveja passível de ser sentida, uma inveja "sem maldade" e quando você define isso como sendo o bom, automaticamente você coloca o oposto como algo ruim, negativo e malvado.

Denegrir

Denegrir é tornar negro e a palavra é utilizada como sinônimo de difamar, humilhar, desonrar, rebaixar, injuriar, etc.  Ou seja, ao falar em denegrir algo, você está automaticamente concordando que tornar negro significa algo ruim.

Gordice

Ah e como eu uso essa palavra, eu mesmo tenho que me policiar muito para tira-la do meu vocabulário. Gordice é usada quando você se alimenta muito, ou come muito doce, ou muita porcaria e essa expressão é errada pelo simples fato de ser usada para humilhar a pessoa gorda, como se ela se permitisse estar nessa situação por comer demais.

Judiar

Essa é uma palavra utilizada para se referir aos maus tratos e tem um peso muito grande devido a história dos judeus na segunda guerra mundial.

Mulata(o)

E por fim a palavra que eu mais odeio, a palavra mulata vem de mula e define os filhos "mestiços", o português trouxe a palavra do latim mulus, ou seja "animal hibrido, estéril, produto do cruzamento de cavalo com jumenta, ou da égua com jumento", explicado isso não precisa de mais explicações do motivo de não usar essa palavra né?

Que tal nós compartilharmos nos comentários o nosso conhecimento? Comentem palavras racistas e preconceituosas usadas no dia a dia e vamos aprimorando nosso vocabulário, se vocês perceberem, todas as palavras listadas acima possuem uma "substituição" por uma palavra nada ofensiva, então, o que custa mudar o uso de uma para outra?

You May Also Like

11 comentários

  1. Oi linda! Realmente são palavras que as vezes a gente nem pensa direito em falar e que é um costume muito errado, adorei o post e o seu blog também!
    beijos♥

    https://blogflordooriente.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico muito feliz que você gostou do post, espero que ele possa acrescentar algo positivo em todos que lerem 🖤

      Excluir
  2. Quando parei pra analisar essa expressão "inveja branca" fiquei chocada, na época eu só comecei a falar porque ouvia as pessoas falando/escrevendo e achava que era gíria, mas como eu era inocente, ficava me perguntando "Por que inveja branca? Inveja não tem cor!" e todo mundo ria e falava que era modo de falar, ainda bem que usei poucas vezes essa expressão ridícula. Confesso que nunca nem tinha escutado/lido essa palavra "denegrir", mas bom logo saber. Eu fui tirando aos poucos a palavra "gordice" do meu vocabulário e hoje em dia ela quase nem existe, troquei por "quero comer coisa gostosa" que é mais a realidade, já que tudo que a gente come em excesso é gordice, até mesmo as verduras e legumes. Difícil usar "judiar" também, mas já ouvi muito. Sempre achei a palavra "mulata" esquisita. Amei o post!
    Beijos!

    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm, muitas dessas palavras eu usava muito, eu cresci ouvindo que "judiaria" então sempre achei super normal, hoje em dia eu uso a palavra "dó", além de mais bonitinha não ofende nenhuma história e nenhum povo

      Excluir
  3. Tem coisa que já tá tão inserida que a gente nem percebe, né? Já tinha consciência de alguns termos e sempre tento não usá-los. Às vezes a gente dá uma derrapada, mas - como tudo é um processo - vou me policiando pra deixar até de pensar nelas quando for falar algo com esse sentido.

    Um beijo!
    Hey, Maria! | Fanpage

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O importante é a gente reconhecer que nem sempre estamos corretos e dar abertura para a mudança ocorrer dentro da gente.

      Excluir
  4. Graças a Deus já eliminei essa palavras e outras mais como "judiar" e utilizar nomes pejorativos para me referir a menstruação, por exemplo. Uma utilidade pública seu post. Perfect, Carol!

    Hey, Missmoon | por Neila Bahia
    heymissmoon.com · @heymissmoon

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. fico feliz que gostou, estamos aqui para aprender e compartilhar conhecimento sempre

      Excluir
  5. mt bacana esse post, tem mt coisa que a gente fala e pensa sem perceber e que devemos nos policiar pra parar de falar

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  6. Post de utilidade pública!!! Felizmente já sabia da maioria das palavras graças a nossa linda internet, mas judiar foi surpresa pra mim. Nunca tinha parado pra pensar e, realmente, tá na hora de parar de usar, vou me policiar daqui pra frente. Obrigada por compartilhar, viu? Posts assim são muito necessários!

    Um beijão,
    Gabs | likegabs.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Judiar é uma palavra que eu usava muito por tradição familiar, mas consegui abandona-la facilmente na época do meme do "que dó"...
      estamos aqui sempre para aprender, unidas sempre

      Excluir

Os comentários são moderados para que eu possa responder a todos, lembrando que:
- Só comente se você ler o post, não saia comentando algo baseado pelo titulo/fotos do post.
- Você pode deixar o link do seu blog logo após o comentário que eu vou adorar conhece-lo!
- Spam não é bem vindo, seu comentário não será aprovado e não entrarei no seu blog.

Obrigado pela visita e volte sempre!